UOL Notícias Notícias
 

29/04/2002 - 14h31

Ataque biológico pode matar 1 milhão, alertam cientistas

Um ataque biológico pode matar dez vezes mais pessoas do que um nuclear, alertou um influente centro de estudos dos Estados Unidos.

Em um relatório intitulado "Protegendo o território americano", a Instituição Brookins advertiu o presidente George W. Bush de que, apesar de improváveis, ataques com vírus e bactérias que causam doenças como varíola, antraz e ébola constituem a maior arma de destruição em massa.

Segundo a instituição, ataques desse gênero em uma grande cidade americana podem deixar até um milhão de mortos, contra as 100 mil pessoas que poderiam morrer em um ataque nuclear.

Médicos especialistas em infecções por vírus ou bactérias ajudaram a fazer o relatório.


Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,68
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,71
    64.308,39
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host