UOL Notícias Notícias
 

14/12/2005 - 15h58

Bush admite erro de inteligência, mas defende ação no Iraque

da BBC, em Londres
O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, reconheceu em um pronunciamento nesta quarta-feira que sua decisão de realizar uma intervenção militar no Iraque foi baseada em dados de inteligência que se provaram incorretos, mas voltou a defender a ação.
"Saddam (Hussein, ex-presidente do Iraque) era uma ameaça, e o povo americano e o mundo estão mais seguros porque ele não está mais no poder", disse Bush.

"Muitas agências de inteligência acreditaram que Saddam Hussein tinha armas de destruição em massa, e é verdade que essa informação se provou errada."



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -1,13
    3,302
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    1,80
    62.188,09
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host