UOL Notícias Notícias
 

23/12/2005 - 11h22

Sobrinha de Bin Laden posa seminua em revista americana

da BBC, em Londres
Wafah Dufour, uma sobrinha do saudita Osama Bin Laden, fez uma série de fotos sensuais para a edição deste mês da revista GQ

Aspirante a cantora e modelo, Dufour é filha de Yeslam, meio-irmão de Bin Laden. Ela posou para as fotos vestindo roupas íntimas de penas de avestruz e dentro de uma banheira cheia de espuma.

Nascida nos Estados Unidos, ela tenta se distanciar do tio, que encabeça uma lista feita pelos americanos dos homens mais procurados do mundo.

Jeff Ridel/GQ 
Wafah Dufour, sobrinha do terrorista saudita Osama Bin Laden
"Todo mundo me relaciona àquele homem, e eu não tenho nada a ver com ele", diz ela, que adotou o sobrenome da mãe depois dos ataques de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos.

Repercussão
Dufour, de 26 anos, que vive em Nova York, já morou na Arábia Saudita até os 10 anos, depois foi para Genebra, na Suíça, e voltou aos Estados Unidos.

O pai de Dufour está entre os mais de 50 filhos de Mohammed Bin Laden.
As fotos de Dufour tiveram bastante repercussão nos jornais britânicos. O Daily Mail traz um artigo sobre Dufour com o título "O que o tio Osama vai pensar?". Segundo o diário, o fato de ele ser "o homem mais procurado do mundo e sinônimo de fanatismo" torna a decisão de posar para as fotos "ou muito corajosa ou extremamente tola".

O jornal The Sun faz no seu título um trocadilho do nome do saudita com as fotos sensuais de mulheres, chamadas de "pin ups", para dizer "It's pins Laden". "A pernuda sobrinha de Osama posa para fotos de revista masculina", diz o subtítulo.

Segundo o Sun, Wafah posou em Nova York, "a cidade devastada" pelo tio, mas tenta "enterrar a associação familiar enquanto tenta lançar sua carreira na música popular".

Dufour estava visitando a mãe na Suíça quando os ataques aconteceram nos Estados Unidos em 2001.
"Eu estava apavorada, chorando histericamente, assistindo aterrorizada. Eu dizia: 'Alguém está bombardeando minha cidade, e eu quero ir pra casa'", afirmou à revista.

"Eu nasci nos Estados Unidos e quero que as pessoas saibam que eu sou americana e entendam que eu sou como qualquer outra pessoa em Nova York. Para mim, (Nova York) é a minha casa."

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h19

    0,59
    3,135
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h22

    -0,37
    65.288,05
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host