UOL Notícias Notícias
 

27/12/2005 - 18h53

Médica alemã acusada de tortura é presa no Chile

da BBC, em Londres
Uma médica alemã foi presa nesta terça-feira depois de supostamente ter admitido que torturou diversas crianças na Colônia Dignidade, uma comunidade religiosa isolada no sul do Chile.
Gisela Seewald, de 75 anos, teria afirmado a um juiz que aplicou sedativos e eletrochoques nas crianças.

De acordo com relatos, a alemã disse ter obedecido às ordens do também alemão Paul Schäfer, o líder da colônia, que teria afirmado que as crianças estavam possuídas.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h57

    0,09
    3,336
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,84
    61.272,22
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host