UOL Notícias Notícias
 

30/12/2005 - 19h39

Representante da ONU denuncia 'crueldade' em Guantánamo

da BBC, em Londres
Um representante das Nações Unidas disse nesta sexta-feira que os Estados Unidos podem estar empregando métodos cruéis para forçar os prisioneiros que mantém na prisão de Guantánamo a se alimentarem.
Manfred Nowak disse que advogados que estiveram na base americana em Cuba apresentaram a ele alegações bem fundamentadas de crueldade, mas ressaltou que ele próprio não poderia investigar as denúncias sem que os Estados Unidos lhe dê acesso irrestrito aos prisioneiros - o que o país vem se recusando a fazer.

O número de prisioneiros que estão fazendo greve de fome na base mais que dobrou desde o dia 25 de dezembro. Atualmente, de acordo com militares americanos, 84 deles estão se negando a comer.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,75
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    -0,13
    76.891,84
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host