UOL Notícias Notícias
 

06/02/2006 - 13h59

Jornais de Camarões delatam gays VIPs do país

da BBC, em Londres
As elites de Camarões foram abaladas pela publicação em jornais sensacionalistas dos nomes de mais de 50 pessoas importantes do país que seriam homossexuais.
Entre os incluídos na lista está o ministro das Comunicações, Pierre Moukoko Mbonjo, que ameaçou entrar com processo contra os jornais e disse que a sexualidade é um assunto privado.

O homossexualismo é crime em Camarões, assim como em muitos outros países africanos, e os culpados podem ser condenados a até cinco anos de prisão.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,44
    3,190
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    0,14
    76.390,52
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host