UOL Notícias Notícias
 

13/04/2006 - 14h18

Médico que se recusou a voltar ao Iraque é condenado

da BBC, em Londres
O médico inglês Malcolm Kendall-Smith, da Força Aérea Britânica (RAF, na sigla em inglês), foi condenado nesta quinta-feira por uma corte marcial a oito meses de prisão por ter se recusado a servir no Iraque.
O tenente Kendall-Smith, que também foi exonerado da RAF, alegou inocência, dizendo que a guerra é ilegal e comparando as ações das forças norte-americanas às da Alemanha nazista.

Chris Nineham, líder da entidade contra a guerra Stop the War, chamou a decisão de “caricatura de justiça&?8221;, dizendo que Kendall-Smith tomou uma posição &?8220;muito corajosa&?8221; e &?8220;pagou um preço pessoal muito alto pelas mentiras de Tony Blair e do seu governo&?8221;.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,12
    3,169
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h20

    -0,90
    76.201,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host