UOL Notícias Notícias
 

18/04/2006 - 18h16

OMS contesta Greenpeace sobre Chernobyl

da BBC, em Londres
A Organização Mundial de Saúde (OMS) contestou o novo relatório do Greenpeace, que afirma que o número de mortes por doenças relacionadas ao acidente nuclear de Chernobyl chegará a 100 mil.
Um porta-voz da organização disse à BBC que os números da Organização das Nações Unidas (ONU) mostrando que um máximo de 9 mil mortes a mais podem ser esperadas são baseados em princípios científicos legítimos.

O relatório divulgado nesta terça-feira pelo grupo ambientalista Greenpeace afirma que o impacto do acidente nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, há 20 anos, sobre a saúde foram subestimados.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,44
    3,190
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    0,14
    76.390,52
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host