UOL Notícias Notícias
 

29/05/2006 - 21h19

Greve de fome em Guantánamo já envolve 75 presos

da BBC, em Londres
O número de prisioneiros em greve de fome no campo de detenção dos Estados Unidos na Baía de Guantánamo, em Cuba, subiu para 75, de acordo com autoridades americanas.
As Forças Armadas americanas consideram greve de fome a recusa de nove refeições consecutivas. A maioria dos 75 passou dessa marca no domingo. Eles estariam rejeitando comida, mas não líquidos.

O comandante naval americano, Robert Durand, disse que a adesão ao movimento tem como objetivo atrair a atenção dos meios de comunicação e pode estar ligada a distúrbios ocorridos no campo no dia 18 de maio, quando soldados foram atacados ao tentar frustrar tentativas de suicídio de dois presos.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host