UOL Notícias Notícias
 

11/06/2006 - 21h42

China alimenta conflitos com venda de armas, diz AI

da BBC, em Londres
A organização de defesa de direitos humanos, Anistia Internacional (AI), acusou a China de agravar conflitos e ajudar ações repressivas ao vender armas e outros equipamentos militares a países como Sudão, Birmâmia e Nepal.
A organização cita como exemplo o envio de 200 caminhões militares chineses ao Sudão, apesar de preocupação internacional em torno da violência em Darfur, e a entrega regular de equipamento militar chinês à junta no governo da Birmânia.

A Anistia também acusa a China de vender fuzis e granadas para as forças de segurança nepalesas durante seus confrontos com manifestantes civis.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,31
    3,139
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,52
    64.640,45
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host