UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

16/08/2006 - 19h22
Dentes de fóssil de baleia surpreendem cientistas

da BBC, em Londres

Paleontólogos descobriram o fóssil de uma baleia na Austrália com grandes dentes, causando surpresa porque o animal pertencia ao grupo das baleias de barbatanas, conhecidas por ser pouco agressivas.

Atualmente, elas se alimentam de plâncton, mas os dentes do fóssil de 25 milhões de anos sugerem que elas eram predadores carnívoros.

Os detalhes da descoberta foram publicados na revista científica Proceedings of the Royal Society B.

A baleia descoberta era pequena em tamanho e possuía grandes olhos, provavelmente para localizar as suas presas.

Audição

Os cientistas acreditavam que havia dois grupos de baleias, as de barbatanas (como a baleia azul e a de humpback) e as dentadas (cachalote, orca e golfinhos), que haviam desenvolvido hábitos alimentares distintos há mais de 34 milhões de anos.

A nova descoberta sugere, no entanto, que as antigas baleias de barbatanas caçavam suas presas como as dentadas.

A atual baleia de barbatanas foi batizada assim porque ela tem uma estrutura na forma de um pente entre as suas mandíbulas que lhe permite filtrar minúsculos plânctons do mar para comer. Essa estrutura é feita de queratina, mesma substância de que são compostos os cabelos e unhas humanos.

O cientista responsável pelos estudos sobre o fóssil, Erich Fitzgerald, da Universidade de Monash, em Victoria, na Austrália, diz que as características da cabeça não deixam dúvidas de que se trata de uma baleia de barbatanas.

"Surpreendentemente parece que as características originais da baleia de barbatanas não incluíam o aparato de filtrar plâncton", disse Fitzgerald.

Os cientistas acreditam agora que a versão antiga da baleia de barbatanas usava seus grandes e afiados dentes para capturar e mastigar a presa.

O fóssil foi encontrado pelo adolescente Staumn Hunter, em 1997, enquanto surfava.

A baleia recebeu o nome de Janjucetus hunderi. Os cientistas calculam que o animal tenha vivido entre 25 e 9 milhões de anos atrás, após o desaparecimento do último ancestral comum das baleias de barbatanas e das dentadas.

Elas eram, provavelmente, especializadas em ouvir sons agudos como as baleias dentadas de hoje.

As atuais baleias de barbatanas detectam sons de freqüências muito baixas, talvez pela falta de necessidade de localizar suas presas usando seu sistema de sonar.

ÍNDICE DA BBC BRASIL   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA