UOL Notícias Notícias
 

18/08/2006 - 15h47

Apple admite que fabricantes do iPod têm jornada excessiva

da BBC, em Londres
Em um relatório divulgado nesta sexta-feira, a Apple Computers afirmou que funcionários de uma fábrica na China que produz o iPod trabalham muitas vezes mais de 60 horas por semana e mais de seis dias consecutivos. Não foi encontrada, no entanto, evidência de trabalho forçado ou do uso de crianças.
A investigação foi realizada depois de uma reportagem do jornal britânico The Mail on Sunday afirmar que em algumas das fábricas chinesas do iPod os funcionários eram submetidos a longas jornadas, baixos salários e condições "de trabalho escravo".

No comunicado desta sexta-feira, a Apple disse que a jornada de trabalho é considerada "excessiva" e que a fornecedora chinesa, cujo nome não foi revelado pela empresa, passará agora a ter uma carga "normal" de 60 horas semanais.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,30
    3,231
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h20

    -1,28
    75.413,13
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host