UOL Notícias Notícias
 

30/08/2006 - 16h49

Conselho de Segurança da ONU é parcial, diz Assad

da BBC, em Londres
O presidente da Síria, Bashar al-Assad, acusou nesta quarta-feira o Conselho de Segurança da ONU de não tomar decisões isentas e interferir nos assuntos internos de diferentes países.
Assad fez a declaração em Damasco após o ministro do Exterior da Itália, Massimo D'Alema, ter dito que a comunidade internacional não vai assistir passivamente a uma eventual tentativa da Síria de enviar armas ao grupo libanês xiita Hezbollah.

A Itália deverá contribuir com três mil soldados para a força de paz da ONU (Unifil, na sigla em inglês) que vai monitorar o cessar-fogo entre Israel e o Hezbollah no sul do Líbano. O país deverá assumir o comando da força, atualmente da França, a partir de fevereiro do ano que vem.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,44
    3,190
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    0,14
    76.390,52
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host