UOL Notícias Notícias
 

18/09/2006 - 11h07

Banco Mundial é criticado por política anti-fraude

da BBC, em Londres
Ministros da Economia de vários países, reunidos em Cingapura, criticaram o Banco Mundial, nesta quarta-feira, pelo corte de doações a países que não cumprem as metas anticorrupção da instituição.
O presidente do Banco Mundial, Paul Wolfowitz, tem conduzido uma campanha agressiva desde que assumiu o cargo e já suspendeu mais de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 2,1 bilhões) em verbas para projetos da África e da Ásia devido a alegações de corrupção nos países beneficiados.

Segundo números do banco, mais de dois mil casos de fraude foram descobertos em projetos financiados pela instituição desde 1999.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h57

    0,09
    3,336
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,84
    61.272,22
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host