UOL Notícias Notícias
 

13/10/2006 - 16h53

China e Rússia se dizem contra 'sanções extremas'

da BBC, em Londres
A Rússia e a China são contra a adoção de "sanções extremas" contra a Coréia do Norte, afirmou o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, ao sair de uma reunião com um enviado do governo chinês a Moscou nesta sexta-feira.
"Nós temos uma posição comum com a China quanto à necessidade de buscar uma abordagem equilibrada, para não ceder às emoções, a sanções extremas", disse Lavrov, na capital russa.

Na sede da ONU, em Nova York, continuam as negociações no Conselho de Segurança em torno da resolução a ser adotada em resposta à Coréia do Norte pela realização de um teste nuclear.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,34
    3,176
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h23

    -0,40
    76.283,16
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host