UOL Notícias Notícias
 

25/10/2006 - 18h08

Madonna se supreendeu com polêmica da adoção

da BBC, em Londres
Festas que varam a noite na Grande Muralha da China são uma das atividades que o governo do país vai proibir, a partir de 1º de dezembro, para proteger o monumento histórico.
As raves se tornaram comuns em setores da muralha próximos à capital do país, Pequim, nos últimos anos, diz o correspondente da BBC na cidade Dan Griffiths.

Para ele, várias partes da construção milenar estão em mau estado de conservação, mas o governo reluta em limitar o número de visitantes para não afetar o comércio local. A muralha de 6.400 km recebe cerca de 10 milhões de turistas anualmente.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,11
    3,339
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,30
    61.087,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host