UOL Notícias Notícias
 

31/10/2006 - 18h38

Representante da E-Vote é detido no Equador

da BBC, em Londres
O representante da empresa brasileira E-Vote no Equador, Santiago Murray, foi detido nesta terça-feira na capital equatoriana, Quito, segundo informações da polícia.
A E-Vote foi contratada pelo Tribunal Superior Eleitoral para conduzir a contagem dos votos no primeiro turno da eleição presidencial no Equador, em 15 de outubro. Contudo, um colapso no sistema de computação impediu que a empresa cumprisse os prazos prometidos no contrato, provocando críticas em todo o país.

A polícia deteve Murray acatando a ordem de um juiz. Rodrigo Beltran, chefe da Polícia Judiciária local, afirmou que a prisão foi "por 24 horas, para fins investigativos, e ele (Murray) deve dar sua versão no caso que está sendo investigado pelo escritório da promotoria".



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,44
    3,190
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    0,14
    76.390,52
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host