UOL Notícias Notícias
 

20/11/2006 - 08h24

Alto funcionário chinês admite tortura em interrogatórios

da BBC, em Londres
Um alto funcionário da burocracia chinesa fez uma rara admissão sobre a extensão do uso da tortura como forma de ajudar em condenações nos tribunais chineses.
Wang Zhenchuan, vice-procurador-geral, disse que ao menos 30 veredictos incorretos são revertidos a cada ano por causa do uso de tortura para confissões.

Wang disse que o número real de casos de condenações errôneas poderia ser ainda maior, segundo a mídia estatal.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host