UOL Notícias Notícias
 

05/12/2006 - 14h38

Procurador russo descarta extradição no caso do ex-espião

da BBC, em Londres
O procurador-geral da Rússia afirmou nesta terça-feira que o país não vai extraditar suspeitos de envolvimento no caso de envenenamento do ex-espião russo Alexander Litvinenko, que morreu em Londres no dia 23 de novembro.
O procurador, Yuri Chaika, afirmou em uma entrevista na capital russa que o julgamento de qualquer cidadão russo deve ocorrer na Rússia.

Ele também disse que as prisões de russos por autoridades britânicas seriam "impossíveis" segundo a Constituição russa, e que não haveria nenhuma troca de procurados entre a Grã-Bretanha e a Rússia.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,68
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,71
    64.308,39
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host