UOL Notícias Notícias
 

06/12/2006 - 19h28

Morte de ex-espião passa a ser tratada como assassinato

da BBC, em Londres
Detetives britânicos anunciaram nesta quarta-feira que passaram a tratar a morte do ex-espião russo Alexander Litvinenko, em Londres, como assassinato.
Litvinenko morreu em um hospital da capital britânica no último dia 23. Exames indicam que a causa da morte do ex-espião foi envenenamento pela substância radioativa polônio-210, que foi encontrada no corpo do russo.

Em um comunicado, a Scotland Yard (polícia de Londres) afirmou que está seguindo diversas linhas de investigação, na Grã-Bretanha e na Rússia, e permanece atenta a todos os detalhes que possam indicar quem está envolvido e quais os motivos da morte.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,34
    3,176
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h23

    -0,40
    76.283,16
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host