UOL Notícias Notícias
 

01/01/2007 - 19h16

Somália pede apoio do Quênia contra milícia islâmica

da BBC, em Londres
O governo interino da Somália pediu nesta segunda-feira ao governo do Quênia que feche a fronteira entre os dois países para evitar a fuga de milicianos islâmicos da Somália.
O pedido foi feito depois que as forças leais ao governo somali, com o apoio do Exército da Etiópia, tomaram a cidade de Kismayo (a cerca de 300 km da capital da Somália, Mogadíscio), o último reduto dos membros da milícia União das Cortes Islâmicas (UCI), que chegou a dominar a maior parte do sul somali.

Kismayo fica perto da fronteira com o Quênia, e há o temor de que os membros da UCI tentem fugir através da fronteira.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,11
    3,339
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,30
    61.087,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host