UOL Notícias Notícias
 

02/01/2007 - 17h48

Provocações 'quase interromperam' execução de Saddam

da BBC, em Londres
A execução do ex-presidente iraquiano Saddam Hussein, ocorrida no sábado, quase foi interrompida devido às provocações feitas ao líder no momento em que ele estava sendo enforcado.
Em entrevista à agência de notícias Reuters, o representante da Promotoria no julgamento de Saddam, Munkith al-Faroon, disse que ameaçou se retirar do local onde foi feita a execução em protesto contra as provocações feitas contra Saddam.

Segundo a lei iraquiana, se isso acontecesse, a execução teria de ser interrompida, pois não poderia prosseguir sem uma testemunha da acusação.



Continua...

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    -0,94
    3,108
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,51
    63.853,77
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host