UOL Notícias Notícias
 

16/03/2007 - 16h09

França vai testar saliva para flagrar drogas ao volante

Daniela Fernandes

De Paris
A França deve se tornar ainda neste ano o primeiro país do mundo a utilizar, em todo o seu território, um teste de saliva para detectar de maneira instantânea se motoristas nas estradas consumiram drogas. No teste, a saliva é recolhida em uma espécie de cotonete e o resultado é obtido em alguns minutos. No momento, as autoridades policiais ainda escolhem o modelo definitivo do kit que será utilizado nas estradas.

O teste final, que deve ocorrer durante o verão europeu, em cerca de quatro meses, será realizado em várias áreas do país ao mesmo tempo.

A previsão é de que os novos kits sejam adotados em todo o país depois desses testes, no máximo até o início de 2008.

Urina
Os países em geral utilizam testes de urina para detectar drogas, o que leva muito mais tempo.

Na França, esse teste exige a presença de um médico e de um veículo especial para que o motorista possa fazê-lo na estrada.

Um estudo realizado em 2005 no país estimou que 230 pessoas haviam morrido nas estradas francesas por causa do consumo de drogas. A metade das vítimas tinha menos de 25 anos.

Mas para associações de familiares de vítimas fatais nas estradas, o estudo utilizou critérios muito seletivos e não reflete o número real de acidentes causados por motoristas que consumiram drogas.

As autoridades francesas estimam que a praticidade do novo teste com saliva deve aumentar a segurança nas estradas.

No ano passado, foram realizadas 30,4 mil batidas para verificar o uso de drogas por motoristas na França. Estima-se que, em 2008, mais de 100 mil poderão ser realizadas, já com o teste de saliva.

"Falhas"
Para analisar a eficácia do modelo que será adotado pela França, duas experiências já foram realizadas: nas estradas da periferia de Paris e em uma outra região do país.

As autoridades francesas prometem usar um sistema sem falhas. No entanto, vários estudos europeus revelaram que protótipos com essa finalidade tiveram fraco desempenho para detectar uso de maconha.

Por sua vez, especialistas franceses afirmam que testes de saliva realizados em outros países têm grande margem de erro.

O sistema já foi adotado em algumas regiões da Alemanha e localidades nos Estados Unidos, mas nenhum país até o momento, com exceção da França, anunciou a utilização sistemática desse método para detectar o uso de drogas por motoristas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h19

    0,59
    3,135
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h27

    -0,26
    65.358,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host