UOL Notícias Notícias
 

23/03/2007 - 13h03

Brasileira acusada de extorsão volta ao tribunal no Reino Unido

A brasileira Roselane Driza, acusada de extorquir uma juíza, voltou nesta sexta-feira a um tribunal Criminal em Londres, no Reino Unido, para uma audiência preliminar a um novo julgamento a ser realizado em agosto.

Ela havia sido condenada, em outubro, por chantagem e tentativa de furto e cumpria uma sentença de 33 meses de prisão. No entanto, em fevereiro, a Corte de Apelações britânica anulou a sentença a pedido de três juízes, com base no surgimento de novas provas no caso.

Em seguida, ela acabou sendo libertada sob fiança. A brasileira de 37 anos, que vivia no Reino Unido ilegalmente, trabalhou como faxineira na casa da juíza - cuja identidade não foi divulgada -, a quem tentou chantagear depois de ser demitida.

As duas mulheres foram amantes de outro juíz da imigração, Ilyas Khan, de 60 anos, para quem Roselane também trabalhou. Uma nova audiência preliminar foi marcada para o dia 20 de abril.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,75
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    -0,13
    76.891,84
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host