UOL Notícias Notícias
 

08/04/2007 - 12h37

Enviada brasileira é ferida em assalto no Timor Leste

BBC
Uma das integrantes da missão brasileira de observadores na eleição de Timor Leste ficou ferida durante um assalto na capital, Dili, informou o Itamaraty em nota divulgada neste domingo.

Segundo a nota, a juíza Sandra Aparecida Silvestre de Frias Torres, do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, passa bem.

Ela foi atendida em uma clínica local por médicos portugueses e agora se recupera na residência do embaixador brasileiro, Antonio de Souza e Silva, informa a nota.

Em novembro do ano passado, o também brasileiro Edgard Gonçalves Brito, missionário da Igreja Assembléia de Deus que morava havia dois anos em Dili, morreu depois de ter sido atacado por um grupo de desconhecidos.

Tensão
As eleições presidenciais em Timor Leste deverão ser realizadas na segunda-feira.

O país ainda está, entretanto, sob clima tenso, um ano depois de incidentes envolvendo forças de segurança no país.

Neste domingo, o presidente que deixa o cargo, Xanana Gusmão, fez um apelo por calma até a realização do pleito.

Cerca de 200 pessoas foram presas às vésperas das votações, em que 500 mil timorenses elegerão entre oito candidatos.

Ex-colônia portuguesa, o Timor Leste se tornou independente da Indonésia em 2002, após 25 anos de ocupação que reprimiu a oposição política e deixou mais de 100 mil mortos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,75
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    -0,13
    76.891,84
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host