UOL Notícias Notícias
 

19/04/2007 - 16h10

Polícia lamenta divulgação de vídeos de autor de massacre

O superintendente da Polícia no Estado americano da Virgínia, Steve Flaherty, lamentou nesta quinta-feira a divulgação de imagens e vídeos feitos pelo responsável pelo massacre de 32 pessoas na Universidade Virginia Tech.

"Nós estamos decepcionados com a decisão editorial de transmitir essas imagens perturbadoras", disse Flaherty. "Sinto muito que vocês todos tenham sido expostos a essas imagens."

O atirador Cho Seung-hui enviou um pacote com vídeos, fotos e uma carta à emissora de TV americana NBC entre o primeiro ataque que fez no campus da universidade, em que matou duas pessoas em um dormitório, e o segundo ataque, quando matou 30 pessoas e se suicidou.

Nesta quarta-feira, a NBC divulgou os primeiros trechos do que chamou de "manifesto multimídia'' de Cho. Nas imagens, o atirador faz o que tem sido considerada uma confissão e oferece a sua versão sobre o que motivou a ação.

"Incrivelmente perturbador"
"Vocês devastaram meu coração, violaram minha alma e queimaram minha consciência. Acreditavam que estavam extinguindo a vida de um menino patético. Graças a vocês, morro como Jesus Cristo, para inspirar gerações (futuras) de pessoas frágeis e indefesas", disse Cho em um dos vídeos.

O diretor da NBC News, Steve Capus, defendeu a decisão da empresa de divulgar as imagens.

"Eu tão tenho certeza de que jamais vamos entender porque isso aconteceu, mas eu acredito que isto é o mais próximo que vamos chegar de se ter um vestígio da mente de um assassino", afirmou Capus, em um dos programas do canal.

Ele disse que entende porque tantas pessoas discordam da decisão da televisão de transmitir as imagens.
"Não há forma de ver sem se sentir profundamente triste, e é incrivelmente perturbador."

Sem novidades
De acordo com James Coomarasamy, correspondente da BBC na universidade Virginia Tech, o sentimento de decepção manifestado por Flaherty com a exibição das imagens pela NBC reflete o sentimento de muitos parentes e amigos das vítimas.

Muitos expressaram dor ao ver o assassino ganhar destaque na imprensa e fama. Outros dizem que o "manifesto multimídia" pelo menos dá algum esclarecimento sobre o porquê do massacre.

Apesar de criticar a divulgação das mensagens, Flaherty elogiou a NBC por colaborar com as investigações e disse que as mensagens de Cho não esclarecem quase nada de novo sobre o massacre.

"Nós esperávamos que a correspondência que nós recebemos da NBC tivesse alguma pista vital e fosse de valor significativo", disse. "Agora, ainda que o pacote que recebemos tenha um valor pequeno, o fato é que nós já sabíamos a maioria dessas informações."

"Nós estamos encerrando a investigação no local dos crimes. E agora vamos começar a tarefa de rever e rever de novo, entrevistar e entrevistar de novo e combinar as pistas que coletamos. Nós estamos tentando determinar o que aconteceu com o máximo de detalhes possível e por quê", disse.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,11
    3,339
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,30
    61.087,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host