UOL Notícias Notícias
 

20/04/2007 - 09h20

Londres inaugura "Academia do Sexo"

Alice Moura
De Londres
Londres acaba de ganhar sua primeira atração turística sobre amor, sexo e relacionamentos. Depois de mais de três anos de planejamento e sete milhões de libras investidas (o equivalente a aproximadamente R$ 28 milhões), 'Amora' abre as portas aos visitantes de mais de 18 anos.

Diferentemente de museus do sexo em outras partes do mundo, o 'Amora' se autodenomina uma "academia", porque trata o assunto de forma atual e tem sete áreas interativas que apresentam todos os aspectos das relações sexuais, desde o primeiro flerte até fantasias, fetiches e dicas de sexo seguro.

Depois de gastarem algo entre R$ 48 e R$ 60 com a entrada, os visitantes podem também aprender técnicas para um beijo perfeito, a biologia de um orgasmo e até como dar "palmadas de amor" corretamente.

A primeira atração da academia chama-se Amorgasm. Trata-se de um túnel, no qual os visitantes podem acompanhar o que acontece com o cérebro e com o corpo durante o orgasmo.

Ponto alto
Um dos pontos altos da exposição é uma parede de brinquedos sexuais, acompanhados de vídeos em que modelos demonstram o seu uso.

Há também uma boneca que convida os visitantes a espancá-la, mas avisa quando a força da palmada passou dos limites.
Em outro manequim, é possível explorar diferentes áreas do corpo em busca do ponto G.

"É aí", diz o manequim para aqueles que encontram as zonas erógenas.
A 'Academia de Sexo e Relacionamentos' conta ainda com uma terapeuta sexual de plantão e uma sex shop própria.

A expectativa dos organizadores é de que a atração provoque debates e discussões, com o auxílio de workshops informativos desenvolvidos pela terapeuta da casa.

Educação sexual
Sarah Brewer, curadora e terapeuta sexual da exposição, explica que o principal intuito é educar o público.

"Há uma grande demanda por informações sobre sexo e amor. (...) A academia oferece todos os dados que você precisa saber para se tornar um amante fantástico", diz ela.

"Nós fazemos (sexo), mas temos vergonha de falar sobre isso. O objetivo da 'Amora' é tirar a vergonha e colocar a diversão na equação".

Críticos da exposição argumentam que não fica claro até que ponto ela é realmente educacional ou pura exploração comercial.

A idéia de criar o espaço foi do empresário franco-americano Johan Rizki, graduado pela Harvard Business School, cujo conceito é simplesmente "tornar o mundo um lugar mais sexy".

Os organizadores esperam receber mais de meio milhão de visitantes no primeiro ano da atração.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,68
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,71
    64.308,39
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host