UOL Notícias Notícias
 

25/04/2007 - 14h40

Rainha britânica vai compensar emissão de CO2 de viagem

Pela primeira vez, a rainha da Grã-Bretanha, Elizabeth 2ª, vai compensar a emissão de gás carbônico (CO2) em uma visita oficial no exterior.

A medida "ecológica" será feita em sua próxima viagem aos Estados Unidos, no dia 3 de maio.

A compensação será realizada por meio de pagamento a uma empresa especializada que irá, por sua vez, investir na plantação de árvores ou em projetos ambientalistas em países em desenvolvimento.

A assessoria de imprensa da rainha disse que ainda não se sabe qual será o valor a ser pago.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, o custo da compensação de CO2 para uma viagem da família real aos Estados Unidos é de cerca de 10 mil libras (R$ 40 mil).

Convidados
A rainha, o príncipe Philip e cerca de 35 convidados viajarão em um Boeing 777 alugado - aeronave que, em linhas comerciais, tem capacidade para cerca de 300 passageiros.

A assessoria de imprensa afirmou que jornalistas cobrindo a visita oficial poderão retornar a Londres junto com a família real britânica, pagando o preço de uma passagem de primeira classe.

A idéia é contrabalançar o impacto causado pela emissão de CO2 no ar a cada viagem aérea internacional da rainha.

A prática não é inédita na família real britânica. Já foi adotada em janeiro deste ano pelo duque de York em sua viagem a Davos, onde participou do Fórum Econômico Mundial.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,44
    3,190
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    0,14
    76.390,52
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host