UOL Notícias Notícias
 

03/05/2007 - 08h56

Vaticano vai fechar biblioteca para reformas até 2010

da BBC
Uma das bibliotecas mais antigas do mundo, a do Vaticano, deve ficar fechada pelos próximos três anos, devido a problemas nos edifícios que abrigam a coleção.

A decisão foi tomada sem aviso prévio e surpreendeu estudiosos de todo o mundo que utilizam o acervo do Vaticano em suas pesquisas.

A coleção vai ser fechada como de costume nas férias do verão europeu, mas diferentemente dos anos anteriores, só deve ser reaberta três anos depois, por volta de setembro de 2010.

Os prédios que atualmente guardam o acervo, construídos há 25 anos, foram considerados "inadequados para abrigar com segurança livros antigos".

Vão ser instalados sistemas de proteção contra poeira e ar-condicionado e as saídas de incêndio vão ser incrementadas.
Durante o fechamento, estudiosos que dependem da coleção ainda poderão ter acesso a cópias digitais dos manuscritos mais antigos para estudá-los em casa.

Restauradores

No entanto, a sala de leitura, que em média recebe cem estudiosos por dia, vai ser ocupada pelos restauradores de livros do Vaticano, que vão tratar de mais de um milhão de obras impressas e outros 75 mil manuscritos.

Muitos dos livros atualmente são guardados em abrigos subterrâneos.
A biblioteca do Vaticano foi fundada pelo papa Nicolau 5 há quase 600 anos e está à disposição dos pesquisadores desde então.

Existe ainda um outro arquivo chamado "secreto", cujo acesso normalmente não é aberto ao público.
Nele, estão guardados documentos históricos como as cartas de amor do rei da Inglaterra Henrique 8º à sua amante Ana Bolena, roubadas por um espião para fornecer provas ao papa, durante o fracassado processo de anulação do casamento aberto pelo soberano no Vaticano.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,11
    3,339
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,30
    61.087,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host