UOL Notícias Notícias
 

11/05/2007 - 22h40

Brasil pretende aumentar em 80% número de turistas estrangeiros

Jair Rattner
De Lisboa
A ministra do Turismo, Marta Suplicy, revelou que o plano para o setor do turismo para o segundo mandato - que será anunciado pelo presidente Lula no final do mês - deverá prever um crescimento de 80% no número de turistas estrangeiros.

"O 2º Plano Nacional de Turismo vai estipular a meta de ingresso de 9 milhões de turistas em 2010. É um esforço enorme, porque temos hoje 5 milhões de turistas", disse em Lisboa, onde foi participar da cúpula mundial do setor, organizada pela WTTC (Organização Mundial do Turismo e Viagens).

O número é o mesmo previsto pelo anterior ministro do setor, Walfrido Mares Guia (atualmente na coordenação política do governo), para o final de 2006. "Antes era uma estimativa. Agora estamos fazendo esta previsão baseada em estudos", disse a ministra.

O objetivo é aumentar a parcela que o turismo representa no PIB nacional, em que atualmente é responsável por 2,5% - em Portugal, o turismo representa 10% do PIB.

Segundo Marta, uma das vantagens do crescimento do setor é que gera postos de trabalho - atualmente são 6 milhões, dos quais 2 milhões informais.

"Um país a ser descoberto"
A campanha para atrair turistas estrangeiros terá como tema "um país a ser descoberto".

Um dos mercados-alvo será o norte-americano. "Neste momento, o Brasil representa apenas 1,2% do share dos turistas norte-americanos, o que é baixíssimo".

Apesar disso, os Estados Unidos são o segundo maior emissor de turistas para o Brasil, atrás apenas da Argentina.

Para alcançar o objetivo, Marta conta com os investimentos do PAC em aeroportos, portos, rodovias e saneamento e com a formação de mão-de-obra.

"O presidente anunciou a criação de 53 escolas técnicas. Queremos que algumas sejam para a área de turismo."

Ela aponta como vantagem brasileira a hospitalidade. "Segundo os estudos que temos, 95% dos turistas estrangeiros que visitam o Brasil pretendem voltar e eles indicam que o que mais os atraiu não foi a natureza ou as atrações turísticas, mas a hospitalidade", disse a ministra.

Rio em campanha
Aproveitando os Jogos Panamericanos, em julho, o Rio de Janeiro vai começar uma campanha para atrair turistas estrangeiros. O lema será One Rio (Um Rio, em inglês) e até outubro serão investidos R$ 15 milhões.

"A campanha vai ser destinada ao mercado interno e externo e será dirigida aos diferentes públicos, na linha do que é feito em Nova York com a campanha Big Apple. Dependendo do público, vai ser One Bossa Nova, One Maracanã ou One Ipanema", disse o secretário de Turismo do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

Segundo Paes, o Rio pretende manter a quota de turistas estrangeiros no cenário de crescimento do turismo para o Brasil. "Atualmente, temos 3 milhões de turistas, ou seja, 60% dos estrangeiros que vêm para o Brasil passam pelo Rio".

Paes afirmou que a necessidade de agir com mensagens diferenciadas resulta da diversidade.

"Os japoneses quando vão ao Rio passam sempre pelo Maracanã. Mesmo quando estava fechado, o Maracanã era o segundo ponto turístico mais visitado da cidade, só atrás do Cristo Redentor."

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,34
    3,176
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h23

    -0,40
    76.283,16
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host