UOL Notícias Notícias
 

11/05/2007 - 11h59

Papa canoniza Frei Galvão; Igreja espera atrair fiéis

Dezenas de milhares de pessoas assistiram à cerimônia de canonização de Frei Galvão pelo papa Bento 16 no Campo de Marte, em São Paulo, na manhã desta sexta-feira.

Durante a cerimônia, Sandra Grossi de Almeida e seu filho Enzo, beneficiado pelo milagre que transformou frei Galvão em santo, levam ao altar as relíquias de Santo Antônio de Sant'Anna Galvão.

"Declaramos e definimos como santo o beato Antônio de Sant'Anna Galvão. E o inscrevemos na lista dos santos. E estabelecemos que em toda a igreja ele seja devotamente honrado entre os santos", disse o papa durante a missa de canonização.

A Igreja Católica e observadores independentes esperam que a medida ajude o catolicismo no Brasil, com aumento do número de fiéis e peregrinações.

"Isso é muito significativo para o povo, que vai reagindo com mais peregrinações, mais movimentos", afirmou à BBC Brasil o ex-arcebispo de São Paulo Dom Cláudio Hummes, prefeito da Congregação para o Clero.

Pela madrugada

O papa Bento 16 chegou ao Campo de Marte por volta das 9h para a cerimônia, mas na madrugada desta sexta-feira centenas de fiéis já estavam no Campo de Marte, em vigília e orações.

"Galvão era zeloso, sábio e prudente, uma característica de quem ama de verdade. A conversão dos pecadores era a grande paixão de nosso santo", disse o papa durante a cerimônia.

Nascido em Guaratinguetá, no interior de São Paulo, em 1739, o frade franciscano Antonio de Sant'Anna Galvão fundou o Mosteiro da Luz, onde milhares de fiéis buscam suas "pílulas milagrosas", que vêm em um papelote minúsculo com a inscrição de uma frase em latim de devoção à Virgem Maria.

Foram os pequenos bilhetinhos que, segundo a fé católica, curaram milagrosamente Daniela Cristina da Silva de uma encefalopatia hepática. O suposto milagre levou à beatificação do frei em 1998.

Nove meses de orações e novenas e mais a ingestão das pílulas deram à Sandra Grossi de Almeida e ao filho Enzo o "milagre duplo" em 1999, com a superação de uma gravidez de alto risco e a cura de uma doença grave do recém-nascido.

Os primeiros documentos que pediam a canonização de Frei Galvão começaram a ser preparados em 1938. Mas o processo só conseguiu ir adiante em 1991, com a participação da irmã Celia Cadorin, da Congregação das Irmãs da Imaculada Conceição, também postulante da causa da Madre Paulina (canonizada em 2002).

Em dezembro do ano passado, a confirmação do segundo milagre atribuído ao frei Galvão pelo Vaticano abriu o caminho para a canonização do beato, 185 anos após sua morte.

Santos

Para o cardeal Saraiva Martins, a canonização do beato brasileiro será "uma data histórica, memorável na história do Brasil, na história da igreja brasileira".

"Madre Paulina foi canonizada em 2002. Mas, apesar de ter morado muitos anos no Brasil, ela era italiana", disse.
Segundo o cardeal, 33 brasileiros estão na lista da congregação dos candidatos à santificação.

Em outubro, ele beatificará Albertina Berkenbrock, em Tubarão (SC), e o coroinha Adílio, em Frederico Westphalen (RS). Em novembro, será a vez da irmã Lindalva, na Bahia.

"O Brasil precisa de mais santos", afirmou Saraiva Martins. "Todos nós precisamos de santos, como modelos de humanidade."

A Igreja Católica atravessa um momento delicado em toda a América Latina, com a perda de fiéis, especialmente para os movimentos neopentecostais.

No Brasil, o Vaticano calcula que 84,5% da população seja católica (segundo dados de 2005). Em 1980, eram 90,12%.
"Nós temos no Brasil uma evasão de católicos acentuada nos últimos anos: ao redor de 1% ao ano", disse dom Cláudio Hummes.

A embaixadora do Brasil na Santa Sé, Vera Machado, também acredita que a confirmação de uma santidade 100% nacional trará resultados positivos ao catolicismo brasileiro.

"A própria visita do papa e a canonização do Frei Galvão terão o impacto desejado pela Igreja", disse. "Resultarão no aumento do número de fiéis."

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h10

    -0,69
    3,117
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h13

    1,29
    65.472,02
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host