UOL Notícias Notícias
 

16/05/2007 - 16h46

Arquidiocese de Los Angeles vende imóveis para pagar indenizações

da BBC
O arcebispo da Igreja Católica de Los Angeles, nos Estados Unidos, afirmou que sua arquidiocese vai vender 50 imóveis para pagar centenas de processos judiciais por abuso sexual.

O cardeal Roger Mahony divulgou em uma declaração no site da Arquidiocese de Los Angeles, a maior dos Estados Unidos, a venda de vários imóveis, incluindo o seu principal escritório.

Em dezembro, a arquidiocese pagou cerca de US$ 40 milhões em indenizações de 46 processos de pessoas que sofreram abusos por parte de padres. O total de indenizações pagas chegou a US$ 60 milhões, parcialmente pagos por seguradoras.

Mas a arquidiocese ainda deve enfrentar mais de 500 processos que estão na Justiça há anos.

Acordo

Mahony afirmou em sua declaração que, nos últimos meses, desde o pagamento dos US$ 40 milhões em dezembro, advogados, juizes e líderes da Igreja estão trabalhando "diligentemente para elaborar um acordo que seja justo".

"Apesar de a opinião da arquidiocese sempre ter sido de que as companhias de seguro devem honrar suas responsabilidades para custear uma grande parte dos futuros acordos, a arquidiocese deve estar preparada para pagar sua parte", disse.

O cardeal acrescentou que, depois da criação de um grupo especial de trabalho, foram identificadas 50 propriedades que poderiam ser vendidas e os colaboradores da arquidiocese ainda analisam outros imóveis.

"Nenhuma paróquia ou escola paroquial será fechada para conseguir fundos para esses acordos, nenhuma missão será afetada por essas vendas", escreveu Mahony.

O primeiro imóvel que será colocado à venda é o principal escritório administrativo da arquidiocese, um edifício de 12 andares em Los Angeles.

"É certo que a arquidiocese inicie esse processo, demonstrando nosso compromisso para alcançar um acordo final nesses casos, vendendo nosso prédio administrativo", afirmou o cardeal em sua declaração.

Os 46 processos cujas indenizações foram pagas em dezembro de 2006 são relativos a dois períodos em que a Igreja Católica tinha seguro limitado ou nenhum seguro para ações judiciais, antes da década de 1950 e depois de 1987.

Especialistas avaliam que, nos outros 500 processos restantes, a Igreja Católica poderá ter que pagar um total de US$ 1 bilhão em indenizações.

A Igreja Católica foi abalada por uma série de escândalos de abuso sexual de crianças nos últimos anos, principalmente na América do Norte e Irlanda.

Nos Estados Unidos, um escândalo ocorrido em Boston, em 2002, causou a abertura de um processo contra vários padres, grandes indenizações das vítimas e alegações de acobertamento de casos por parte do alto clero.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h39

    -0,82
    3,112
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h48

    0,26
    63.698,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host