UOL Notícias Notícias
 

23/05/2007 - 14h50

Secretária da Coca que tentou vender segredo à Pepsi é condenada a 8 anos de prisão

da BBC
Uma ex-secretária da multinacional de bebidas Coca-Cola foi condenada a oito anos de prisão em Atlanta, nos Estados Unidos, por crime de conspiração.

Joya Williams, 42, foi acusada de planejar o roubo da fórmula secreta da Coca-Cola para revendê-la à concorrente Pepsi.

A ex-funcionária da sede da Coca-Cola, em Atlanta, queria cobrar pelo menos US$ 1,5 milhão (cerca de R$ 3 milhões).

Um cúmplice de Joya, Ibrahim Dimson, foi condenado a cinco anos de prisão. A sentença para outro colaborador do esquema, Edmund Duhaney, ainda não foi divulgada. Ele se declarou culpado.

O trio foi flagrado depois que a Pepsi alertou os executivos da Coca-Cola de que recebeu uma proposta pelo segredo da companhia.

"Este é o tipo de crime que não pode ser tolerado em nossa sociedade", disse o juiz J. Owen Forrester, que condenou a secretária, ao jornal The Atlanta Journal-Constitution.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,68
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,44
    64.861,92
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host