UOL Notícias Notícias
 

31/05/2007 - 08h20

OMS pede proibição mundial de fumo em locais públicos

Imogen Foulkes

De Genebra
A Organização Mundial da Saúde (OMS) está apelando a todos os países, nesta quinta-feira, a banirem o fumo em todos os locais públicos fechados.

A estratégia marca o Dia Mundial sem Tabaco e tem como objetivo proteger os fumantes passivos.

A OMS estima que cerca de 200 mil pessoas morrem todos os anos em decorrência de doenças ligadas à exposição ao cigarro em locais de trabalho.

De acordo com a OMS, não há um nível seguro de exposição para pessoas que convivem com fumantes e a melhor forma de protegê-las é banindo por completo o fumo em lugares fechados.

A organização espera que todos os países sigam o exemplo da Irlanda e da Escócia, onde já vigoram leis proibindo o consumo de tabaco nesses locais.

Sem desculpas

O líder da campanha, Ermando Perugia, diz que não há mais desculpas para evitar a implantação da medida.

"As evidências são cientificamente comprovadas. Não há nível seguro de exposição para fumantes passivos. É totalmente indiscutível e a conclusão é clara: o fumo deve ser banido de todos os lugares fechados", defende Perugia.

A Organização Mundial de Saúde ressalta que o objetivo da campanha não é intimidar os fumantes, mas definir os locais em que se pode fumar com segurança.

A OMS recomenda que empresas privadas e governos adotem a proibição por completo do tabaco em suas dependências e ressalta que medidas paliativas como sistemas de ventilação e a instalação de áreas de fumantes já se mostraram ineficientes na proteção aos fumantes passivos.

Para a OMS, a interdição do cigarro não deveria ser voluntária, mas arbitrária e acompanhada de medidas como cobranças de multas a quem desrespeite as regras.

Na Inglaterra, a lei banindo o fumo em lugares públicos fechados entre em vigor no dia 1º de julho - na Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales, as outras nações do Reino Unido, a probição já está valendo.

O governo diz que o principal objetivo é reduzir o fumo passivo, mas prevê, como conseqüência secundária, que mais pessoas aproveitem a oportunidade para deixar de fumar.

Alem da Grã-Bretanha, a França também proíbe o consumo de tabaco em locais públicos. Na Itália, Suécia e Malta, o fumo é permitido apenas quando há salas separadas para fumantes e não-fumantes. Estônia e Finlândia estão em vias de adotar a mesma solução.

Na Holanda, desde 2004, é proibido fumar em vários locais públicos, como estações ferroviárias, trens, banheiros e escritórios. Em Nova York, desde 2003, também é proibido fumar em todos os bares e restaurantes da cidade. O comerciante que não fizer valer a lei pode perder a licença comercial e receber uma multa de no mínimo US$ 200 (R$400).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,75
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    -0,13
    76.891,84
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host