UOL Notícias Notícias
 

23/06/2007 - 12h53

EUA matam 55 suspeitos de apoiar Al-Qaeda no Iraque

O Exército americano disse neste sábado que pelo menos 55 supostos militantes da rede Al-Qaeda no Iraque foram mortos durante combates em torno de Baquba, na província de Diyala, ao norte de Bagdá, nos últimos quatro dias.

Outros 23 suspeitos foram detidos, segundo as informações americanas.

Os resultados positivos da operação para tentar exterminar as bases da Al-Qaeda na província foram divulgados um dia após comandantes admitirem que a maioria dos líderes da organização conseguiu fugir da província antes mesmo da ofensiva.

A operação, que começou na terça-feira, envolve cerca de 10 mil militares americanos e do Iraque. A província de Diyala é considerada um reduto de insurgentes sunitas.

'Casa a casa'

A admissão oficial de que a operação havia deixado escapar os comandantes em Baquba foi surpreendente, disse o correspondente da BBC Andrew North, porque os Estados Unidos consideram esta uma importante ofensiva contra a Al-Qaeda no Iraque.

Mas o Exército americano ressaltou que a maior parte dos insurgentes de menor hierarquia continua em Baquba, e os combates têm acontecido de "casa a casa".

"É casa a casa, quadra a quadra, rua a rua, esgoto a esgoto", descreveu o general Mick Bednarek, da 25ª Divisão da Infantaria americana.

O general disse que suas tropas têm recebido apoio logístico de grupos armados sunitas que eram contra os Estados Unidos, mas que mudaram de lado para pôr fim ao domínio da Al-Qaeda nas suas comunidades.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,11
    3,339
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,30
    61.087,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host