UOL Notícias Notícias
 

09/08/2007 - 12h40

Ucraniano bate chinês no recorde do homem mais alto do mundo

Da BBC
Um ucraniano foi reconhecido pelo Guinness, o livro do recordes, como o novo homem mais alto do mundo. Leonid Satdnyk, de 37 anos e 2,57 m, começou a crescer rapidamente depois que uma operação no cérebro, aos 14 anos, estimulou sua glândula hipófise. Na época, o ucraniano sofria de hidrocefalia, o acúmulo anormal e excessivo de líquido dentro do cérebro.

Até então, o título de homem mais alto do mundo pertencia ao chinês Bao Xishun, que mede 2,36 m.

O ucraniano já havia reivindicado ser o homem mais alto do mundo, mas nunca havia permitido que técnicos do Guinness medissem sua altura.

Filho de pais de estaturas medianas (1,73 m e 1,52 m), Satdnyk mora numa pequena cidade que fica a 209 km da capital, Kiev.

Falta de calçados
Quando se formou em veterinária, ele media 2,03 m. Para ir ao trabalho, ele usava uma bicicleta que foi logo foi substituída por um ônibus.

Pouco tempo depois ele já não cabia no veículo e começou a usar a charrete da família para se locomover.

Leonid desistiu da carreira de veterinário há seis anos por falta de calçados. Ele não tinha dinheiro para comprar sapatos do seu tamanho (64) e acabou tendo uma ulceração nos pés causada pelo frio.

Atualmente ele cuida do gado e cultiva verduras e legumes na fazenda da família.

O ucraniano, no entanto, ainda terá de crescer mais 15 cm se quiser bater o homem mais alto do mundo em toda a história.

O americano Robert Wadlow media 2,72m quando morreu, em 1940.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    -0,94
    3,108
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,51
    63.853,77
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host