UOL Notícias Notícias
 

13/08/2007 - 09h56

Hemisfério Norte assiste a chuva de meteoros; assista

Da BBC
Milhares de pessoas no hemisfério norte tiveram a chance de ver, na noite do domingo, um espetáculo nos céus provocado por uma chuva de meteoros chamada de Perseidas.

A chuva tem duração de duas semanas, mas atingiu o seu ápice neste domingo, sendo mais visível na Europa ocidental e na América do Norte.

Robert Massey, da Sociedade Britânica de Astronomia, disse que cerca de cem meteoros por hora puderam ser vistos em regiões onde o céu estava ainda bem claro ou muito escuro, próximo à constelação de Perseus.

O fenômeno, que acontece anualmente, coincidiu com a entrada da lua nova, proporcionado ao expectadores melhores condições para apreciar o espetáculo este ano.

A chuva de meteoros é causada por pequenos detritos, muitos deles do tamanho de um grão de areia, que cruzam a atmosfera terrestre quando o planeta passa próximo ao cometa Swift-Tuttle.

Essas partículas, resultantes da desintegração da cauda do cometa, viajam a velocidade de até 50 quilômetros por segundo, desfazendo-se em contato com a atmosfera.

Com a desintegração, o gás em volta dos detritos fica extremamente quente, produzindo os rastros de luz cadentes.

"É um fenômeno espetacular que todos podem apreciar. E não é preciso nenhum equipamento além dos olhos", disse Massey.

Como bônus adicional, os expectadores ainda puderam ver o planeta Marte, representado por um ponto vermelho que surgiu no céu a partir da meia-noite desta segunda-feira (20h, horário de Brasília).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h19

    0,26
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h27

    -1,32
    75.581,12
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host