UOL Notícias Notícias
 

14/08/2007 - 08h13

Sob cautela, bolsas européias abrem em baixa

Marcelo Crescenti

De Frankfurt
Os investidores continuam cautelosos: as principais bolsas de valores da Europa, em Londres, Paris e Frankfurt, abriram em baixa na manhã desta terça-feira, depois de um fraco desempenho dos mercados na Ásia.

Às 10h20 de Londres (6h20 de Brasília), o índice FTSE 100 da Bolsa de Londres registrava uma queda de 0,6%, o CAC 40, da Bolsa de Paris, caía 0,83%, e o Dax, de Frankfurt, tinha baixa de 0,44%.

O índice Nikkei da bolsa de Tóquio fechou com uma alta mínima, de 0,3%, enquanto Hong Kong e Xangai registraram perdas, de 0,53% e 1,09%, respectivamente.

Segundo analistas, o nervosismo por causa da crise no mercado de crédito imobiliário de risco nos Estados Unidos ainda não passou e deverá continuar por toda a semana.

O Banco Central Europeu (BCE) voltou a injetar nesta terça-feira bilhões de euros no mercado para garantir a sua liquidez, apesar de um porta-voz do banco ter dito que a situação está se normalizando.

Nervosismo

Este é o quarto dia consecutivo em que o BCE intervém para evitar uma crise de grande proporções nos mercados de ações.

O banco já colocou um total de 200 bilhões de euros (cerca de R$ 450 bilhões) em circulação desde a semana passada.

O nervosismo nos pregões aumentou depois que o banco americano Goldman Sachs anunciou grandes perdas por parte de seus fundos hedge (tipo de fundo usado para proteger outros investimentos).

Analistas já temem que as turbulências nas bolsas afetem o crescimento da economia nos Estados Unidos e na Europa.

"A crise no mercado imobiliário americano deve desaquecer a economia", diz, por exemplo, um relatório do banco alemão Commerzbank.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    -0,70
    3,117
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,37
    65.528,29
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host