UOL Notícias Notícias
 

17/10/2007 - 11h13

Vaticano anuncia nomeação de Dom Scherer como cardeal

Valquíria Rey
Em Roma (Itália)
O arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, de 58 anos, será nomeado cardeal pelo papa Bento 16.

O anúncio foi feito no final da audiência geral desta quarta-feira, quando Bento 16 confirmou a realização de um novo consistório - a assembléia de cardeais presidida pelo sumo pontífice - no dia 24 de novembro.

Arquivo Folha
Bento 16 anunciou nesta quarta que Dom Odilo Scherer (foto) será nomeado cardeal
PADRE JÚLIO É VÍTIMA DE EXTORSÃO
LEIA ENTREVISTA COM LANCELLOTI
"Ele é muito jovem, mas um homem muito inteligente, uma pessoa muito equilibrada, conhecido por ser bom administrador", disse à BBC Brasil o monsenhor Stefano Migliorelli, chefe da seção brasileira da Secretaria de Estado do Vaticano.

"A nomeação de Dom Odilo segue um percurso que aconteceu com outros arcebispos de São Paulo, como Dom Paulo Evaristo Arns e Dom Cláudio Hummes", acrescentou.

Será a segunda reunião de cardeais do pontificado de Bento 16, depois da realizada no início do ano passado.

"Tenho a honra de anunciar que no próximo 24 de novembro, vigília da solenidade do nosso Senhor Jesus Cristo rei do Universo, realizarei um consistório no qual aumentarei em uma unidade o limite numérico, estabelecido pelo papa Paulo 6º e confirmado pelo meu venerado antecessor João Paulo 2º na Constituição Apostólica Universi Dominici Gregis, nomearei 18 cardeais", disse o papa nesta quarta-feira.

Além de Dom Odilo, o papa escolheu outros 17 novos cardeais com menos de 80 anos.

Entre os nomes da lista de novos purpurados anunciada por Bento 16, estão Monsenhor Leonardo Sandri, prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, Monsenhor Angelo Bagnasco, arcebispo de Gênova e presidente da Conferência Episcopal Italiana, Monsenhor André Vingt-Trois, arcebispo de Paris, e o Monsenhor Giovanni Lajolo, presidente de Estado da Cidade do Vaticano e ex-ministro do Exterior da Santa Sé.

Com a nomeação, o Colégio Cardinalício, passará a contar com 121 cardeais eleitores a um eventual conclave.

Atualmente, fazem parte 181 membros - 77 destes com mais de 80 anos e, por isso, não podem votar em uma eleição papal.

De acordo com a norma do direito canônico, deveriam existir 120 eleitores no colégio. Mas, alguns dos atuais cardeais devem completar 80 anos nos próximos meses, perdendo o direito ao voto.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host