UOL Notícias Notícias
 

03/01/2008 - 19h20

Leões só deixam coluna e crânio de homem na África do Sul

A polícia da África do Sul revelou que um homem foi morto e devorado por leões em um hotel em uma reserva de caça no qual ele trabalhava a 150 km a oeste de Johannesburgo.

O sul-africano Samuel Boosen, de 36 anos, teria sido atacado no hotel Aloe Ridge Lodge depois de entrar uma área cercada em que eram mantidos nove leões.

"Só ficou a coluna e o crânio", disse um porta-voz da polícia, Lesego Metsi.

Metsi disse que ainda não está claro por que Boosen teria entrado na área dos leões. Embora um de seus trabalhos fosse alimentar os felinos, ele geralmente fazia isso dando a eles carne através da cerca.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,44
    3,190
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    0,14
    76.390,52
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host