UOL Notícias Notícias
 

08/02/2009 - 09h45

Reino Unido vai investigar bancos e salários de executivos

O governo do Reino Unido vai encomendar uma investigação independente sobre a forma como os bancos são administrados no país e os salários e prêmios pagos aos altos executivos.

O ministro das Finanças, Alistair Darling, disse neste domingo ao jornal britânico The Sunday Telegraph que "as pessoas se sentem iradas com os excessos dos bônus dos bancos e que os diretores têm o dever de agir de forma responsável".

Diversos bancos britânicos receberam recursos do governo devido à atual crise financeira mundial. Alguns destes bancos pretendem anunciar nos próximos dias os bônus que serão pagos aos executivos.

Segundo o jornal, o Royal Bank of Scotland (RBS) estaria preparando um pacote de bônus de cerca de US$ 1,5 bilhões para seus 177 mil funcionários, poucos meses depois de receber quase US$ 30 bilhões em dinheiro público para resgatar suas finanças.

O RBS confirmou que estava negociando com o governo a concessão de bônus aos funcionários, mas não divulgou nenhum número. O banco afirma que tem uma obrigação contratual com seus executivos, mas afirma que está buscando a melhor forma de efetuar os pagamentos.

Na quinta-feira passada, o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, havia dito que não pode haver "recompensa pelo fracasso" dos bancos que tiveram de ser resgatados com dinheiro dos contribuintes.

Nos Estados Unidos, o presidente americano, Barack Obama, havia pedido na quarta-feira a criação de um limite para o pagamento de bônus a executivos cujos bancos receberam ajuda financeira do governo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,11
    3,339
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,30
    61.087,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host