UOL Notícias Notícias
 

13/02/2009 - 06h57

Resgate de coala na Austrália tem mais de um milhão de visitas no YouTube

Diferentes versões de um vídeo que mostra um coala sendo resgatado de um dos incêndios na Austrália já recebeu mais de um milhão de visitas no site YouTube. O animal ganhou destaque mundial e se tornou símbolo de esperança de sobrevivência no país. O coala foi resgatado com queimaduras nas patas em meio a uma área devastada pelo fogo e bebeu água da garrafa do bombeiro que o encontrou, algo incomum a um coala selvagem, que, geralmente, é arredio com humanos, dizem especialistas.

Além da tragédia humana, acredita-se que mais de um milhão de animais nativos tenham morrido nos piores incêndios da história do país, segundo o Resgate de Vida Selvagem do estado de Victoria.

Entre as vítimas estavam animais de criação, como ovelhas, gado e cavalos, de estimação, como cães e gatos, e espécies nativas, como répteis, cangurus, coalas, gambás, wombats, equidnas.Os serviços de emergência conseguiram resgatar alguns animais, muitos deles feridos e com queimaduras.

Aqueles com fraturas mais graves e praticamente incuráveis foram abatidos, segundo o serviço de resgate de Victoria.

Mais de 400 mil hectares de florestas foram queimados pelas chamas que chegaram a passar a 120 quilômetros por hora.

Alguns animais conseguiram escapar escondidos em buracos na terra feito por wombats e equidnas.

"Só vamos realmente saber a dimensão dos estragos na vida selvagem quando conseguirmos acesso a todas as áreas atingidas", disse Fiona Corked, do Resgate de Vida Selvagem de Victoria. "Em alguns momentos, a força do fogo foi tão devastadora que mesmo cangurus (que podem chegar a velocidade de 60 quilômetros por hora), não conseguiram escapar correndo", disse um representante do serviço de emergência de Victoria ao jornal The Times.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,12
    3,169
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h20

    -0,90
    76.201,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host