UOL Notícias Notícias
 

17/02/2009 - 05h38

Escocês é preso por despejar heroína de traficante na privada

Um homem que invadiu a casa de um traficante e despejou na privada cinco sacos com heroína foi condenado a dois meses de prisão na Escócia.

Peter Drummond, de 26 anos, disse que ao saber que seu cunhado estava comprando drogas do traficante John Nellies resolveu "fazer justiça com as próprias mãos".

Ele foi ao apartamento de Nellis e ameaçou matá-lo, antes de jogar fora a heroína que encontrou no local.

Drummond depois admitiu à polícia que se arrependia de sua atitude, mas disse que traficantes de heroína estavam "arruinando" sua família.

"Nos últimos seis ou sete meses, minha família inteira tem vivido um inferno. Meu cunhado está usando drogas e comprando desse pessoal", afirmou ele a policiais. "As coisas estão tão ruins que eu perdi a cabeça. Tentei dar um fim na situação por minha própria conta. Foi um erro." Drummond, pai de três filhos, foi denunciado por outro usuário de heroína, que tinha ido ao apartamento de Nellies para comprar a droga mas foi expulso por ele.

O advogado de defesa fez um apelo para que a pena a seu cliente se limitasse a uma multa, devido às circunstâncias "pouco comuns" do caso.

Mas Drummond acabou condenado a dois meses de prisão por perturbação do sossego alheio.

"Se o senhor estava tão preocupado com a situação, deveria ter entrado em contato com a polícia e não invadir uma casa e ameaçar alguém de morte", disse a Drummond o delegado Robert McCreadie.

O veredicto foi criticado por amigos e familiares do escocês.

"Foi uma decisão ridícula. A heroína está matando nossa comunidade e acabando com a família de Drummond. Ele só estava tentando ajudar a irmã dele", afirmou um amigo da família, Thomas Brown.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,44
    3,190
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    0,14
    76.390,52
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host