UOL Notícias Notícias
 

10/03/2009 - 15h24

Polícia indiana combate camundongos com ratos

A polícia no Estado indiano de Haryana está usando um par de ratos brancos domesticados para enfrentar uma praga de camundongos que está destruindo registros oficiais em uma delegacia.

Apesar de todas as armas modernas disponíveis, a polícia local não conseguia combater o crescimento da população de camundongos, que se alimentava de documentos e outras provas da polícia. A Índia tem um grave problema com roedores, que todo ano consomem toneladas de grãos destinados ao consumo da população.

A experiência da polícia de Haryana para assustar os camundongos chamou a atenção de especialistas em animais, que acreditam que o uso de ratos domesticados seria uma solução para o problema. A situação é pior no distrito de Karnal, onde exércitos de camundongos conseguiram, com o passar dos anos, destruir registros da Justiça.

"Incontáveis roedores invadiram a Moharar Maalkhana (sala de registros) e estávamos sem saída", disse o superintendente da polícia do distrito de Karnal, Arshinder Singh Chawla.

"Estes camundongos são devoradores, vorazes e comeram papéis importantes, tecido e mesmo os sacos de juta que normalmente usamos para guardar narcóticos, bebidas alcoólicas ilícitas e armas confiscadas de criminosos em locais de crime", acrescentou.

Os roedores parecem gostar mais de sacos de juta impregnados com o sabor embriagante do bhukki, ou casca de papoula, um narcótico muito comum em Haryana que é apreendido em grandes quantidades com os traficantes, disse Chawla. Agora Chawla e seus homens parecem ter descoberto uma solução no par de ratos albinos.

"Cerca de um mês atrás, um homem de Ambala (uma cidade próxima) sugeriu que usássemos os ratos brancos domesticados", disse o policial.

Com a intenção de tentar de tudo, a polícia de Karnal comprou os dois ratos brancos de um fornecedor de animais para laboratórios por cerca de 200 rúpias (cerca de R$ 9,50).

"Está funcionando como se fosse mágica", afirmou Chawla. "Meus homens estão soltando os ratos na sala de registros todas as noites e as pragas simplesmente desapareceram." "E a melhor parte é que nossos 'guardas' não tocam nos documentos ou na casca de papoula, nós os alimentamos bem com leite fresco." A experiência da polícia de Karnal chamou a atenção de biólogos. Chawla já recebeu telefonemas do laboratório de pequenos animais da Universidade de Agricultura de Haryana, em Hissar, mesmo sem saber como os ratos estão combatendo os camundongos.

Os roedores representam um problema nos estados do norte da Índia, como Haryana e Punjab. Estas também são regiões que lideram a produção de grãos e arroz no país.

Autoridades afirmam que toneladas de grãos são perdidas todos os dias para ratos e camundongos. Ratos silvestres também enfraquecem os canais das margens dos rios ao construírem ninhos, o que deixa terras cultiváveis e populações de vilarejos vulneráveis a enchentes.

Operações para a retirada de minas terrestres colocadas na fronteira entre Índia e Paquistão em 2002 ficaram cada vez mais perigosas depois que foi descoberto que ratos tiraram centenas de minas terrestres dos lugares onde elas estavam marcadas nos mapas.

O governo e organizações privadas, incluindo a responsável pelas ferrovias da Índia que transportam a maioria dos suprimentos de grãos do país, gastam milhões todos os anos para tentar controlar a praga.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,34
    3,176
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h14

    -0,40
    76.283,16
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host