UOL Notícias Notícias
 

15/04/2009 - 20h16

Operação canadense prende mais de 150 Hell's Angels

A polícia canadense prendeu nesta quarta-feira mais de 150 integrantes da gangue de motociclistas Hell's Angels.

A maioria das prisões foi efetuada dentro do Canadá, mas alguns antigos e atuais integrantes do grupo também foram detidos na França e na República Dominicana. Os suspeitos foram detidos por causa de crimes de assassinato e tráfico de drogas cometidos entre 1992 e 2009. A operação Shark (tubarão, em inglês) é considerada uma das maiores já efetuadas pela polícia canadense contra a gangue.

Maior operação Das 156 pessoas presas, segundo a polícia, 111 ainda são membros ativos da organização.

A polícia canadense afirma que, durante décadas, os Hell's Angels estiveram envolvidos com o crime organizado e violência.

Os detidos operavam durante o auge de uma briga do grupo com outra gangue canadense de motociclistas, a Rock Machine.

"Queremos mandar uma forte mensagem para as organizações criminosas. Podemos ir além das fronteiras de nosso país para impedir o crime no Canadá", afirmou Richard Emery, da polícia canadense.

A operação, que durou três anos, envolveu 1.200 policiais de Quebec. A polícia afirma que o objetivo seria por fim às atividades criminosas dos Hell's Angels, mas declarações parecidas já haviam sido feitas antes de outras operações realizadas em Quebec durante o ano de 2001.

O grupo foi criado no final da década de 1940, na Califórnia, Estados Unidos. Seus integrantes geralmente têm motos Harley Davidson e, entre os requerimentos para serem aceitos no grupo, está o de nunca ter tentado se tornar policial.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h57

    0,09
    3,336
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,84
    61.272,22
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host