UOL Notícias Notícias
 

12/05/2009 - 23h53

Homem é multado por decapitar estátua de cera de Hitler na Alemanha

Um tribunal na Alemanha multou um homem em 900 euros (cerca de R$ 2.500), nesta terça-feira, por ele ter decapitado uma estátua de cera do líder nazista Adolf Hitler no ano passado. O ex-policial Frank Lachner, de 42 anos, arrancou a cabeça da estátua pouco depois de ela ter sido inaugurada no museu Madame Tussauds, em Berlim, no último mês de junho.

Segundo ele, o ato foi um protesto contra a presença de um boneco representando o líder nazista em um museu que fica a cerca de 500 metros de distância de um memorial em homenagem às vítimas do Holocausto.

O museu, no entanto, alega que a estátua está lá por representar uma importante figura histórica.

Polêmica Depois de restaurada, a estátua de Hitler voltou a ser exposta, mas agora ela está protegida por uma parede de vidro. Mesmo antes que a estátua do líder nazista fosse inaugurada no museu, ela já causou uma grande polêmica na Alemanha.

Vários políticos, historiadores e representantes da comunidade judaica criticaram a estátua.

Na Alemanha, é ilegal expor símbolos nazistas ou peças de arte que possam ser consideradas elogiosas a Hitler. Correspondentes afirmam que a decisão de permitir que a estátua de cera fosse exposta representa uma redução gradual na cautela do governo em relação ao temas relacionados ao nazismo, mais de 60 anos depois do fim da Segunda Guerra Mundial.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host