UOL Notícias Notícias
 

29/06/2009 - 10h37

Simpatizantes do presidente hondurenho protestam contra golpe

Centenas de simpatizantes do presidente de Honduras, Manuel Zelaya, se reuniram perto do palácio presidencial depois do golpe militar no país.



A crise política em Honduras que levou à detenção de Zelaya pelo Exército teve origem num enfrentamento do mandatário com os outros poderes estabelecidos do país: o Congresso, o Exército e o Judiciário.

Zelaya queria que as eleições gerais de 29 de novembro - quando seriam eleitos o presidente, congressistas e lideranças municipais - tivessem mais uma consulta, sobre a possibilidade de se mudar a Constituição do país.

Os opositores de Zelaya afirmam que sua intenção era poder se reeleger, o que ele nega.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h59

    -0,23
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h00

    -0,32
    75.729,35
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host