UOL Notícias Notícias
 

15/07/2009 - 13h47

Brasileiros são condenados por falsificação na Grã-Bretanha

Dois brasileiros foram condenados à prisão na Grã-Bretanha, na terça-feira, por posse de material usado para falsificação de documentos.

Edeciel dos Santos, de 36 anos, e Hailton de Oliveira Alves, de 43, moravam no leste de Londres e foram detidos em um apartamento onde estava o material.

Santos deve cumprir uma sentença de dois anos e três meses de prisão, enquanto Alves foi condenado a três anos e quatro meses de detenção.

De acordo com a polícia de Londres, eles se declararam culpados das acusações e estarão sujeitos a deportação ao final de suas sentenças.

Imigração
Ainda segundo a polícia, no apartamento foram encontradas máquinas de gravação em papel, máquinas de costura, caixas, selos, cola, carimbos de passaporte falsos e um grande número de capas de passaporte.

A apreensão do material e a prisão dos brasileiros foi resultado de uma operação de inteligência batizada de Maxim, realizada pela unidade de combate a crimes de imigração.

"A quantidade de itens apreendidos mostra o enorme efeito que essa fábrica de passaportes teria tido na imigração para a Grã-Bretanha, caso ela não tivesse sido interrompida", afirmou o comissário Richard Spink, da Operação Maxim.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host