UOL Notícias Notícias
 

06/08/2009 - 10h30

Bedel 'obriga aluno a fumar 42 cigarros' na Malásia

Um aluno teria sido obrigado a fumar 42 cigarros como punição por ter sido flagrado com tabaco em uma escola secundária na Malásia.

Segundo a imprensa local, outros estudantes e professores testemunharam a aplicação da pena por cerca de duas horas em um dormitório de estudantes na ilha de Pulau Tuba, no noroeste do país.

"Fui forçado a fumar quatro cigarros por vez até chegar a 42", disse o adolescente Mohd Alif Arifin, 16, ao jornal malaio New Straits Times. A rigorosa medida foi tomada depois que cigarros e um isqueiro foram encontrados no armário do adolescente.

Segundo o jornal britânico The Times, o rigor foi ainda mais severo porque, até então, o garoto era um modelo de bom comportamento na escola.

Após a punição, o garoto, que mora com os tios, foi mandado de volta para casa. Eles perceberam que o menino tinha os lábios inchados. Quando souberam do episódio, deram queixa na polícia.

"Ele não pôde comer por cinco dias", disse a tia ao New Straits Times. A escola já pediu desculpas à família, que aceitou o pedido. Uma autoridade educacional malaia confirmou que a punição não foi "apropriada" e que uma sindicância foi aberta no departamento de Educação para estudar possíveis medidas.

Em 2007, houve indignação junto à opinião pública da Malásia depois que uma professora obrigou quase 150 alunas a permanecer por uma hora dentro de um lago fétido e a passar a noite na chuva do lado de fora do dormitório, porque ninguém assumiu a culpa por entupir os canos dos banheiros.

Segundo correspondentes, uma forma de punir indisciplina nas escolas do país são palmadas com bastões de junco cobertos com sal.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,32
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,56
    63.760,62
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host