UOL Notícias Notícias
 

31/08/2009 - 16h59

Jogo em que internauta vira mendigo causa polêmica na França

Um jogo gratuito lançado na internet que propõe ao internauta "ser o mendigo mais talentoso de Paris" e se tornar, por meio de furtos e brigas, o proprietário de um castelo "e se instalar no Palácio de Versalhes" vem provocando grande polêmica na França.

Várias associações francesas que auxiliam os sem-teto criticam a proposta do jogo, chamado Clodogame ("game do mendigo", em tradução livre) e afirmam que ele contribui para reforçar os clichês em relação à imagem dos sem abrigo.

"É uma vergonha, é degradante, é humilhante fazer dos sem-teto um objeto de escárnio. A imagem que o jogo transmite é exatamente a que nós tentamos combater", afirma Jean-François Riffaud, porta-voz da Cruz Vermelha.

Todos os meios são válidos para o "rei das calçadas" se tornar o dono de um castelo, diz o jogo.
  • Reprodução


Gangue
Para enriquecer, o personagem deve se tornar um exímio trombadinha, aprender a mendigar "para encher os bolsos", roubar uma máquina de bombons e até furtar moedas dos banheiros públicos de Paris.

Além disso, o internauta, no papel de um falso mendigo, pode se aliar a outros jogadores e criar uma gangue para atacar outros sem-teto "e reinar no bairro, se tornando o mestre das ruas".

O falso mendigo também deve escolher um animal como companhia e controlar o consumo de álcool.

"Se você beber muito, poderá ir à ruína", diz o site do Clodogame.

"Como é possível fazer um jogo baseado em um grande sofrimento? Não devemos nos divertir com a infelicidade dos outros. O roteiro desse jogo é vulgar, imoral, discriminatório e violento", critica David Berly, diretor da associação Coletivo dos Sem-Teto, responsável por três centros de hospedagem para pessoas sem-abrigo na região de Paris.

"Château Clodo"
Na página de abertura do site, uma foto-montagem mostra mendigos em frente à casa de shows Moulin Rouge, em Paris.

A própria palavra mendigo aparece no site sob forma de gíria (em francês, clodo, em vez de clochard).

O jogo propõe ao internauta "criar um mendigo gratuitamente" e "descobrir novos locais para morar".

Por meio dos pontos conquistados, o jogador pode subir nas 22 categorias de moradias disponíveis, sendo a última delas o Palácio de Versalhes.

O pôster do Clodogame mostra um anúncio fictício de uma safra especial do vinho Château Clodo, como se a bebida fosse a patrocinadora do jogo.

Lançado na semana passada na França, o Clodogame, financiado por anúncios no site, já possui cerca de 4,5 mil internautas inscritos no país.

A empresa que desenvolveu o jogo, a alemã Farbflut Entertainment, criada por dois jovens de 20 anos, informa que "Clodogame retoma o estilo dos jogos tradicionais de estratégia, mas se insere em um contexto mais próximo da nossa realidade".

Niels Wildung, criador do jogo, afirma que o objetivo "não é criar um mundo virtual baseado em um cotidiano difícil e solitário".

"Nossa adaptação satírica desse mundo permite falar dos sem-teto e de um problema da sociedade", diz ele.

Segundo a empresa, a versão alemã de Clodogame, o Pennergame, reúne dois milhões de jogadores e dois bilhões de páginas vistas por mês.

A Farbflut Entertainment disse também que, na Alemanha, o Pennergame é o jogo líder na internet.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host